Cantor Eduardo Costa é acusado de estelionato

O cantor Eduardo Costa está sendo acusado de uma fraude milionária em uma negociação em Minas Gerais. Investigado pela Polícia Civil do estado, o cantor teria trocado uma casa na região de Capitólio, no sul de Minas, por outra no Lago da Pampulha, em Belo Horizonte.

O imóvel do sertanejo, avaliado em R$ 2 milhões, foi passado à diante em troca da residência na capital mineira, custando R$ 9 milhões, segundo o site R7. Para quitar o restante do valor, Eduardo teria fornecido bens de luxo, como carros e barcos.

 Contudo, a negociação, de acordo com os novos donos do imóvel, foi classificada como estelionato. Isso porque o terreno, situado às margens do Lago de Furnas, é alvo de desapropriação pelo Ministério Público Federal desde 2013.Em 2014, cerca de 240 construções em Áreas de Preservação Permanente da região foram alertadas pelo MPF sobre risco de demolição. Diante disso, os responsáveis pela negociação com Eduardo negam terem conhecimento do fato, além de alegarem que o cantor nem sequer os informou.

A assessoria do artista declara que “Eduardo Costa, em respeito a seus fãs e admiradores, apenas esclarece que as acusações à sua figura pública são totalmente falaciosas, sendo certo que não foram colocados à tono os fatos realmente ocorridos”.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.