Autor da morte de maranhense se entrega para a polícia

A ação foi mediada pelo pai do acusado, Pedro José de Oliveira.

 

 

Lucas Albo de Oliveira (23 anos) teria se entregado à polícia por volta das 14h desta quarta-feira (5). Ele é acusado de matar o Yago Linhares (23 anos), com dois tiros na saída de uma festa. O pai dele, Pedro José de Oliveira Neto, acabou na delegacia nesta manhã, ao ser abordado, por acaso, em uma blitz de trânsito da Polícia Militar, na plataforma superior da Rodoviária do Plano Piloto. Sem documentos, o homem começou a chorar e contou ao policial que o filho Lucas era o jovem que assassinou Yago, por volta das 6h do último domingo (2).

 

Durante a abordagem, Pedro estava transtornado. “Ele chorou diversas vezes. Disse que estava negociando com a Polícia Civil a entrega do filho na presença de um advogado. Nós o levamos para a 5ª DP (Delegacia de Polícia da Área Central) onde foi constatado que ele dizia a verdade”, relatou o tenente  Isaildo Cury Belino, coordenador de policiamento.

 

Apesar de estar muito abalado, em nenhum momento o pai de Lucas alterou a voz com os policiais militares. “Ele falava baixo e demonstrava muito sofrimento com a situação toda”, disse o tenente Belino. Assim que a história foi confirmada na delegacia, a PM deixou Pedro aos cuidados da Polícia Civil.

 

 

 

 

FONTE: MA10

Fonte: Correio Braziliense

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.