Atacante do São Paulo é alvo de racismo durante jogo

O atacante do time sub-20 do São Paulo Helinho foi alvo de racismo durante a semifinal da Copa Libertadores Sub-20, que aconteceu nesta quarta-feira (21), no Uruguai. O São Paulo perdeu por 3 a 0 para o Nacional, no estádio Centenário, em Montevidéu. Um torcedor do time mandante chamou por pelo menos duas vezes o atleta de “macaco” enquanto Helinho se deslocava para cobrar um escanteio. O clube paulista emitiu um comunicado em que repudia o episódio e promete ir à Justiça por injúria racial.

Na semana passada, o clube uruguaio foi punido por outro comportamento inadequado. Durante partida contra a Chapecoense, pela segunda fase preliminar da Libertadores, torcedores foram flagrados imitando um avião na Arena Condá, em Chapecó (SC) – em uma tentativa de provocar a equipe pela tragédia sofrida em 2016.

Por causa dos gestos, a Conmebol anunciou que aplicou uma multa de US$ 80 mil (cerca de R$ 262 mil) ao Nacional e condenou o time a disputar sem a presença dos seus torcedores as três próximas partidas como visitante em competições organizadas pela entidade que comanda o futebol da América do Sul.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.