Aparelho de raio-x quebra e pacientes ficam sem exames em Riachão

O Hospital Municipal da cidade de Riachão, a 920 km de São Luís, está encontrando grandes dificuldades em sua estrutura física, e uma delas está relacionada ao aparelho de raio-X, que há oito meses quebrado vem impedindo a realização de exames de quem depende dele.

Como é o caso do lavrador Manoel Soares Pereira, que está a mais de cinco horas aguardando ser atendido no hospital público. Ele que sente dores fortes depois de uma queda afirma que não será transferido sem ao menos receber um diagnóstico no local. “É muito ruim. Você chega lá da fazenda. Já vem atropelado de dor. Aí chega aqui no pronto-socorro, onde a gente deveria ter daí encaminha pra outra cidade mais longe”.

De acordo com informações dos funcionários do Hospital Municipal de Riachão, os pacientes que precisam fazer um raio-X estão sendo encaminhados para uma cidade mais próxima da própria região sul do estado.

Mas no hospital não é apenas o raio-X que é o causador de todos os problemas. Outras reclamações são feitas diariamente. Conforme o mototaxista Francisco Carlos, o hospital não tem estrutura para realizar um parto, e por conta disto sua esposa será transferida para o Hospital de Urgência de Balsas, causando assim indignação no futuro pai.

“O médico disse que não tem como fazer porque não tem nada. Tem que ir pra Balsas e um pobre como eu tenho que pagar cinco mil reais. É muito difícil. Riachão hoje na área da saúde é uma calamidade pública”.

Sobre a situação, o diretor substituto do hospital, Gustavo Tales Bringel, que também é secretario de saúde do município de Riachão não quis gravar entrevista, mas afirmou que o aparelho de raios-X do hospital foi consertado por uma empresa especializada e está em fase de teste para ser instalado nos próximos dias.Sem título

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.