Alberto Franco diz que se sente eleito pela vontade do povo

O deputado estadual não reeleito Alberto Franco (PMDB) disse hoje que não sente um derrotado nas eleições realizadas em outubro. Segundo ele, obtendo quase 30 mil votos, ele não foi eleito por falta de vontade do povo, mas por conta da legislação eleitoral e por falta de estrutura de campanha.

“Nós não fomos derrotados, o sentimento do povo do Maranhão foi de eleger o deputado Alberto Franco, de eleger o deputado Pavão Filho, de eleger o deputado Chico Gomes e tantos outros que não conseguiram assumir o novo mandato não por conta do sentimento do povo, mas por conta das regras que a legislação eleitoral estabelece”, declarou.

Segundo Franco, se considerar que no plenário haverá deputados com 18 mil votos, ele disse estar consciente e tranquilo de que o povo o elegeu, já que obteve quase 30 mil. “Me consola saber que nós fomos eleitos pela vontade do povo, mas não vamos assumir por conta das regras que a legislação estabelece”.

Alberto Franco também reclamou da interferência que a estrutura de campanha de um candidato tem no resultado do pleito. “No Maranhão, a quantidade de votos que um candidato pode ter depende muito da estrutura financeira que ele é capaz de apresentar durante a campanha”. Segundo ele, foram estes os motivos que levaram Joaquim Haickel (PMDB) e Helena Heluy (PT) desistirem da reeleição.

“Talvez eu tenha sido vítima (do mesmo motivo), mas tenho a consciência de que eu trabalhei pela defesa do meu povo. Mas parece que isso não é tudo, tudo é você ter a capacidade de ter uma estrutura financeira capaz de muitas vezes manipular resultados e estuprar os sentimentos dos eleitores. Isso ficou muito claro para mim”, desabafou.

O deputado disse ter chegado a conclusão que no Maranhão 40% dos eleitores refletem, pensam, decidem com os neurônios, outros tantos com a barriga e seu estado de necessidade. “Faço esse registro, essa reflexão para dizer que nós somos vitoriosos, que o povo nos elegeu”.

Para Alberto Franco, a Assembleia perde parlamentares como Joaquim Haickel, Helena Heluy, Chico Gomes, Valdinar Barros, Pavão Filho, mas ganha também com a força da juventude. “Jovens que vêm para cá com a vontade, com entusiasmo, com vigor, energia para ajudar a governadora construir um Maranhão digno de todos nós”.

GIL CUTRIM

Alberto Franco também anunciou que o vice-prefeito Gil Cutrim (PMDB) assume dia 30 próximo a Prefeitura de São José de Ribamar, “uma das mais importantes cidades do Estado do Maranhão”, uma vez que o atual prefeito Luís Fernando Silva deixa o cargo para assumir a Casa Civil do governo Roseana.

Para o deputado, o maior desafio de Gil Cutrim será dar segmento ao “extraordinário trabalho” de Luis Fernando. “Uma administração exemplar, positiva, ética, transparente, austera”, segundo Franco.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.