Agenda de inaugurações de novas unidades plenas do Iema será iniciada nesta segunda-feira (20)

A partir desta segunda-feira (20), o Governo do Estado inicia a agenda de inaugurações das quatro novas unidades plenas do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema). Nesta etapa de expansão dos institutos serão contemplados estudantes dos municípios de São José de Ribamar, Coroatá, Axixá e Timon, que passam a contar com educação técnica profissionalizante de qualidade, integrada ao ensino médio, em uma escola de tempo integral. Com essas entregas sobe para sete o número de unidades do Iema já em funcionamento. Os primeiros foram inaugurados ano passado em São Luís, Pindaré-Mirim e Bacabeira.

O Iema de Axixá será o primeiro a ser inaugurado. A cerimônia, que contará com a presença do governador Flávio Dino, está marcada para segunda-feira às 8h. Ao lado dos secretários Jhonatan Almada (Ciência e Tecnologia) e Clayton Noleto (Infraestrutura), o governador inaugurará no dia seguinte (21) a unidade de Coroatá, às 8h30, e, na quinta-feira (23), a de São José de Ribamar, no mesmo horário. A unidade de Timon será entregue depois do Carnaval, sábado, dia 4.

“A abertura dessas quatro unidades do Iema significa que a rede de educação profissionalizante do Maranhão caminha para sua consolidação com essa ampliação de vagas e abertura de novas unidades. Isso é extremamente importante porque o Iema é uma instituição de educação profissionalizante criada pelo governador Flávio Dino com o objetivo de democratizar o acesso à educação profissionalizante”, enfatizou Jhonatan Almada, que é responsável pelo projeto de implantação das unidades.

A meta do governo é entregar 23 unidades do Iema até o final de 2018. “Dessa forma nós acreditamos que estaremos contribuindo para formar uma nova geração de maranhenses com mais qualidade e com maior possibilidade de geração de emprego e renda”, acrescentou o secretário, destacando que o grande diferencial do Instituto é a oferta de curso técnico de tempo integral.

Entre os cursos que serão ofertados nas novas unidades estão Informática e Eletrotécnica (Axixá), Informática, Agricultura Orgânica, Cooperativismo e Zootecnia (Coroatá), Informática, Agricultura Orgânica, Guia de Turismo e Eletromecânica (São José de Ribamar) e Equipamentos Biomédicos, Serviços Jurídicos, Logística e Informática (Timon). Os cursos foram escolhidos durante audiência pública em que a população desses municípios e da região puderam se manifestar sobre quais as áreas onde existem mais demandas.

“Os cursos de Agricultura Orgânica e Equipamentos Biomédicos são uma novidade. O primeiro está focado em uma alimentação saudável e na produção agrícola sustentável. O de Equipamentos Biomédicos também está ligado a uma área de grande necessidade que é a formação de técnicos para manutenção de equipamentos utilizados em clínicas, hospitais e centros de saúde. São dois profissionais que nós temos certeza que irão ter não só uma grande possibilidade de se empregar no mercado, mas que também poderão gerar seus próprios negócios”, observou Jhonatan Almada.

Investimento

São quase R$ 10 milhões investidos nas obras de adequação dos prédios para receber as novas unidades do Iema. Em alguns casos, como Coroatá e Timon, os prédios já existiam, mas estavam com obras paradas há mais de cinco anos, sendo retomadas pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra). Nas unidades de Axixá e São José de Ribamar também foram feitas adequações significativas para garantir mais qualidade de trabalho para os professores e gestores e de aprendizado para os alunos.

Cada Iema tem capacidade para receber 160 alunos, o que significa a ampliação de quase três vezes o número de vagas no Instituto. As escolas contam com salas de aulas bem equipadas, laboratórios, refeitórios, quadra, biblioteca, auditório e receberam melhorias nas instalações elétricas, hidráulicas, sanitária, de combate a incêndio e adequação e reconstrução do telhado e do piso.

O secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, destacou que as inaugurações das unidades do Iema é mais um resultado da parceria da Secretaria de Estado da Infraestrutura e da Ciência e Tecnologia que viabiliza equipamento público importante para dar mais oportunidade aos jovens maranhenses.

“São escolas de ensino técnico profissionalizante que aproveitam as vocações econômicas de cada região e contribuem para que os jovens tenham acesso ao conhecimento científico, técnico e profissionalizante. Dessa maneira, com esse planejamento que está sendo executado, o Governo do Maranhão tem dado avanços significativos e que cada vez mais, no futuro breve, serão melhor identificados pela população do nosso estado”, disse o secretário.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.